Voltar

Ginástica Laboral completa 10 anos de cuidado com a saúde de quem trabalha no judiciário


GINÁSTICA LABORAL COMPLETA 10 ANOS DE CUIDADO COM A SAÚDE DE QUEM TRABALHA NO JUDICIÁRIO

Gestor do programa, Rafael Pereira Macedo, celebra o bom trabalho realizado e conta quais os próximos passos da Laboral

O Programa de Ginástica Laboral do TJPR completou uma década incentivando a prática de atividades físicas dentro e fora do expediente. “Sem saúde e bem-estar, nós perdemos muito do potencial produtivo e criativo das pessoas”, conta Rafael Pereira Macedo, Gestor do Programa de Ginástica Laboral. Dez anos atrás, o programa viu uma forma de conciliar trabalho e saúde, e, desde então, promove uma melhora de vida para as colaboradoras e colaboradores do Tribunal. 

Quando era possível realizar aulas e atendimentos de forma presencial, o projeto oferecia mais de 200 aulas e contava com a participação de mais de 2 mil pessoas diariamente. Mesmo com a pandemia, 9 mil colaboradoras e colaboradores foram atendidos de janeiro a agosto. Atualmente, o programa conta com 17 profissionais que levam orientações e propõem atividades que vão desde alongamentos até aulas adaptadas de esportes como bocha e escalada. 

Desde 2015, o PGL passou a oferecer aulas online para alcançar o público do interior do estado, e, em 2020, migrou totalmente para o online, por causa da pandemia. Para garantir o melhor atendimento, são realizadas reuniões mensais de aperfeiçoamento e curso inicial de nivelamento para os participantes, que sentem os bons resultados.  

“No meu caso percebi uma melhora na manutenção da postura e o alongamento tem me auxiliado a não travar a coluna com tanta frequência”, relata a magistrada Tatiane Garcia Silverio de Oliveira Claudino, “Acredito que são minutos preciosos que podem nos garantir uma melhora na rotina de trabalho”.  

A servidora Aline Alves Esperança também sentiu a diferença na qualidade de vida após engajar na Ginástica Laboral: “As dores nos punhos e dedos logo desapareceram e assim a qualidade de vida no trabalho também melhorou, além é claro da disposição e do bom humor”. 

O PGL realizou eventos importantes, neste ano, como o Dia do Desafio, a Semana Olímpica e a Corrida do Judiciário Contra o Feminicídio para alcançar mais pessoas e manter os participantes ativos. Mais de 150 estudantes de graduação em Educação Física passaram pelo projeto, que cresceu em qualidade e estrutura ao longo destes 10 anos.  

“Quando começamos tivemos o desafio de criar uma cultura de atividade física para o público interno participar”, lembra o Gestor. Hoje, a Laboral busca melhorar a qualidade de atendimentos e está ansiosa para voltar a atender presencialmente nos prédios em Curitiba e pensar em formas de levar o atendimento presencial ao interior do estado. Além disso, o PGL pretende seguir com os projetos, como o de Alongamento Postural, e criar novas formas de levar a saúde a todos.   

 

Por Kássia Calonassi