Destaques Destaques

Voltar

Programa “Criança e Adolescente Protegidos” atinge marca de 37 mil identificações


Programa “Criança e Adolescente Protegidos” atinge marca de 37 mil identificações

2ª Vice-Presidência, em parceria com a ESEJE, lança vídeo para estimular a confecção da carteira de identidade
Seg, 21 Mai 2018 12:00:00 -0300

Atingindo a marca de 37 mil carteiras de identidade emitidas no Paraná, o Programa “Criança e Adolescente Protegidos” permanece em intensa atuação, com quase 9 mil crianças e adolescentes identificados apenas em 2018. As parcerias com a Associação Paranaense de Oftalmologia (APO) e a integração à feira de serviços “Paraná Cidadão”, coordenada pela Secretaria Estadual da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos (SEJU), permanecem ativas.

Os números são frutos do trabalho desenvolvido nos Postos de Atendimento Informatizados, do Instituto de Identificação do Estado e na Feira Paraná Cidadão. Nos postos, o atendimento é realizado em dois dias por mês, destinado, exclusivamente, aos alunos encaminhados por escolas municipais e estaduais. No caso da feira, que tem como objetivo oferecer ações gratuitas que promovam cidadania e inclusão social a todos os paranaenses, um dos dias é dedicado a atender crianças e adolescentes.

Campanha de Identificação

Aprimorando ainda mais as ações do Programa, o Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), por meio de sua 2ª Vice-Presidência, acaba de lançar um vídeo para estimular a identificação. Com 30 segundos de duração, o material pretende destacar a importância do documento de identidade mesmo para crianças não-alfabetizadas.

O vídeo pode ser visto no canal de Youtube do TJPR e também nos 24 pontos do Projeto Sala de Espera Inteligente, espalhados pelos Juizados Especiais e Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania (CEJUSCs) de todo o Estado.

Assista ao vídeo.

Sobre o Criança e Adolescente Protegidos

Criado com o objetivo de garantir o direito de identificação e fortalecer a rede de segurança pública contra desaparecimentos de pessoas, por meio da emissão da Carteira de Identidade a todas as crianças e adolescentes matriculados na rede de ensino público, a iniciativa foi idealizada pela Desembargadora Lidia Maejima, 2ª Vice-Presidente do TJPR. Atualmente, é desenvolvida em decorrência da parceria firmada entre o Tribunal de Justiça do Paraná, o Governo Estadual, por meio das Secretarias da Justiça, Educação, Segurança Pública, Instituto de Identificação, Celepar, entre outras, e os Municípios participantes.

As identificações são realizadas nos Postos de Atendimento Totalmente Informatizados do Instituto de Identificação do Estado (PATIs), que dedicam dois dias de trabalho por mês para atender exclusivamente os alunos encaminhados por escolas municipais e estaduais. Apenas no último ano, os PATIs prestaram atendimento à população de 39 municípios do estado.