Destaques Destaques

Voltar

TJ-PR firma parceria com órgãos estatais para aumentar segurança em estádios e grandes eventos

Imagem: Pixabay Imagem: Pixabay

TJ-PR firma parceria com órgãos estatais para aumentar segurança em estádios e grandes eventos

Identificação biométrica vai permitir maior controle sobre restrições judiciais que torcedores e espectadores possam ter
Seg, 17 Jul 2017 15:48:00 -0300

Nesta terça-feira (18/7), o Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), a Secretaria de Segurança Pública do Paraná (SESP), o Instituto de Identificação do Paraná, o DETRAN-PR e a CELEPAR firmarão um convênio inédito no Brasil para aumentar a segurança em eventos esportivos ou em espetáculos que envolvam grande concentração de pessoas.

Por meio desse convênio, será criado um sistema de consulta aos cadastros dos órgãos públicos para confronto das informações biométricas dos torcedores e frequentadores de eventos de grande porte. Assim, o clube ou o organizador de evento que aderir ao sistema poderá promover a identificação biométrica dos cidadãos no ingresso ao estádio ou à arena.

Trata-se de medida que tem por finalidade precípua contribuir para a segurança pública no âmbito dos eventos esportivos, identificando com maior precisão os torcedores que comparecerem aos estádios. Por meio do confronto dessas informações com a base de dados dos órgãos públicos, será possível reconhecer pessoas que eventualmente tenham contra si mandado de prisão expedido ou alguma ordem de restrição decretada no âmbito do Juizado do Torcedor.

Dessa forma, além da prevenção da violência nos estádios, é possível dar mais efetividade às medidas restritivas impostas pelo Poder Judiciário. Afinal, esse controle ganha maior efetividade com a precisão na identificação dos torcedores conferida pela biometria.

Os três clubes de Curitiba – Atlético Paranaense, Coritiba e Paraná Clube – foram convidados para participar da elaboração do projeto, e os dois primeiros já sinalizaram que irão aderir ao sistema.

Justiça ao Espectador

A Implantação da identificação biométrica dos torcedores e frequentadores de eventos faz parte do antigo programa “Justiça ao Torcedor”, que, a partir da Resolução nº 01/2017, do Conselho de Supervisão dos Juizados Especiais, publicada em 5 de julho de 2017, foi transformado em “Justiça ao Espectador – Esportes e Grandes eventos”.

A nova nomenclatura enfatiza a abrangência da atuação do programa, que atende estádios de futebol e eventos de grande porte. Além da identificação biométrica, ele ainda é responsável pela instalação do posto do plantão do Juizado do Torcedor e Eventos.

Serviço

Na terça-feira (18/7), às 13h30, a 2ª Vice-Presidente do TJ-PR, Desembargadora Lidia Maejima, o juiz auxiliar da 2ª Vice, Ricardo Ferreira Jentzsch, representantes dos órgãos que assinarão o convênio e o presidente do Conselho Administrativo do Clube Atlético Paranaense, Luiz Sallim Emed, concederão uma entrevista coletiva no Palácio da Justiça.

Horário

13h30 – Coletiva de Imprensa

14h30 – Assinatura do Convênio

Onde: Sala de Atos do Palácio da Justiça, 2º Andar. Endereço: Praça Nossa Senhora de Salete, S/N. Centro Cívico.