Notícias Notícias

Voltar

Comissão Estadual da Verdade é recebida na presidência do TJ

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, desembargador Guilherme Luiz Gomes, concedeu audiência no dia 11 de novembro aos integrantes da Comissão Estadual da Verdade (CEV), designada pelo Governador Beto Richa e criada pela Lei 17.362/2012.

Acompanhados pelas desembargadoras Maria Aparecida Blanco de Lima e Astrid Maranhão de Carvalho Ruthes, estiveram na audiência os seguintes membros da CEV: professor e jurista Luiz Edson Fachin; professor Pedro Bodê, coordenador da CEV; professora Vera Karam de Chueri, vice-diretora da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Paraná (UFPR); advogada Ivete Maria Caribé, do Comitê de Refugiados do Paraná; Marcio Mauri Kieller Gonçalves, vice-presidente da Central Única dos Trabalhados do Paraná; e o ex-procurador geral de Justiça do Ministério Público do Paraná, Olympio de Sá Sotto Maior Neto.  Presente também o assessor da Reitoria da UFPR, Norton Nohama, integrante do Fórum Paranaense de Resgate da Verdade, Memória e Justiça.

Com o objetivo de recuperar informações, documentos e dados sobre violações dos direitos humanos praticadas no Paraná no período de 18 de setembro de 1946 a 05 de outubro de 1988, a Comissão expôs ao presidente TJPR o desenvolvimento de seu trabalho, bem como solicitou apoio do Poder Judiciário paranaense nos seus respectivos afazeres, especialmente para enaltecer a memória de magistrados que tenham sido perseguidos injustamente e a fim de criar instrumentos dedicados à preservação da memória. A Presidência do Tribunal encaminhou os temas para estudo e designou para tal encargo as desembargadoras Maria Aparecida Blanco de Lima e Astrid Maranhão de Carvalho Ruthes.


Plantão Recesso Forense Plantão Recesso Forense