Notícias Notícias

Voltar

COVID-19: Plantão de Acolhimento Psicológico Online auxilia vítimas de violência doméstica


COVID-19: PLANTÃO DE ACOLHIMENTO PSICOLÓGICO ONLINE AUXILIA VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Formato é utilizado pelo Juizado de Violência Doméstica e Familiar de São José dos Pinhais

Diante da necessidade de manutenção do isolamento social para conter a pandemia da COVID-19, o Juizado de Violência Doméstica e Familiar de São José dos Pinhais adaptou a rotina de atendimento psicológico às mulheres vítimas de violência doméstica: desde o fim de março, o suporte às vítimas é feito pelo Plantão de Acolhimento Psicológico Online. Por meio dele foi possível dar continuidade ao trabalho de acolhimento às mulheres, de avaliação dos possíveis riscos sociais aos quais elas estão expostas e de encaminhamento para a rede de proteção.

Segundo a psicóloga do Juizado, Maristela Sobral Cortinhas, o isolamento domiciliar pode aumentar a vulnerabilidade de mulheres em situação de violência doméstica: “As famílias vivenciam o aumento do desemprego, a quebra da rotina familiar, crianças em casa, dentre outros motivos que se agregam e fazem com que todos tenham que reestruturar as rotinas e as relações intrafamiliares. Diante dessa realidade, percebeu-se um aumento nas situações de violência intrafamiliar e, mais especificamente, de violência contra a mulher”.

Contato com as vítimas

A Secretaria do Fórum informa a vítima sobre a concessão das medidas protetivas de urgência e encaminha os autos de forma eletrônica para a equipe de psicologia do Juizado. Por meio do aplicativo de mensagens WhatsApp, a psicóloga entra em contato com a mulher e agenda dia e horário para realizar o atendimento individual. A sessão do Plantão de Acolhimento Psicológico Online é feita por vídeo chamada ou apenas por áudio, dependendo da qualidade da conexão com a internet e da disponibilidade da mulher atendida.

História e importância do Plantão de Acolhimento Psicológico

Desde 2017, o Juizado de Violência Doméstica e Familiar de São José dos Pinhais utiliza o Plantão de Acolhimento Psicológico como uma etapa do atendimento às mulheres em situação de violência doméstica. Elas são ouvidas por demanda espontânea ou quando se dirigem ao Fórum para buscar ou revogar as medidas protetivas de urgência e para participar da audiência preliminar.

A escuta realizada pelo Plantão contribui para acolher a vítima e diminuir sua angústia, dando melhores condições para que a mulher enfrente um momento de desestruturação familiar e emocional. O trabalho do Plantão avalia se a mulher atendida tem risco de vivenciar novas situações de violência ou se corre risco de morte. Além disso, o atendimento contribui para delinear o perfil da mulher que busca atendimento da Justiça ao vivenciar uma situação de violência doméstica.

Em 2019, o Plantão de Acolhimento Psicológico atendeu 699 mulheres em situação de violência doméstica e familiar que se dirigiram ao Juizado de São José dos Pinhais – 85 vítimas foram encaminhadas para a rede municipal de proteção à mulher por se encontrarem em situação de risco social ou de risco de vivenciar novos casos de violência.