Notícias Notícias

Voltar

Fórum de Santa Felicidade inaugura Projetos Sociais


Fórum de Santa Felicidade inaugura Projetos Sociais

O Fórum de Santa Felicidade cumpre com a Instrução Normativa Conjunta nº 2 da Corregedoria Geral da Justiça e do Ministério Público do Paraná
Ter, 13 Mar 2018 15:30:00 -0300

Encerrando a 4ª edição do Projeto “Santa Felicidade em Ação”, que visa destinar os valores pecuniários oriundos do Juizado Especial Criminal, durante os dias 7 e 08 de março foram inaugurados os seguintes projetos sociais:

 

ENTIDADE

 

PROJETO

APMF da Esc. Est   Lucy Requião de Mello e Silva – Ed. Inf. E Ens. Fund. na Modalidade de Ed. Especial

“Estimulando a Reestruturação Cerebral e a Interação dos Sentidos através da Sala Multissensorial”

APPF da Escola Municipal Jardim Santo Inácio

“Espaços Alternativos de Leitura: Desafios e Possibilidades na Formação do Protagonismo Leitor”

 

Associação Família de Maria

“Semeadores do Futuro”

Horta

APPF Escola Municipal Raoul Wallenberg

“O Espaço Escolar e a Prática Esportiva na Comunidade, Promovendo a Cultura da Paz”

APPF Escola Municipal Anita Merhy Gaertner

“Por um Trânsito com mais Consciência e menos Violência”

 

Segundo relato dos responsáveis pelas entidades, os projetos são de grande valia para o público-alvo, na maioria estudantes, pois sua concretização provoca um impacto bastante significativo, tanto na aprendizagem de seus alunos como no seu bem-estar e desenvolvimento da sua cidadania.

O projeto “Santa Felicidade em Ação”, coordenado pela Magistrada Adriana de Lourdes Simette, Juíza de Direito e Diretora do Fórum Descentralizado de Santa Felicidade, conta para a sua operacionalização com a participação de Wilson Sérgio Firmo de Moraes, Diretor de Secretaria; e de Marísia Schwab Casimiro, Analista Judiciário – Assistente Social; além de todos os servidores que de uma forma ou de outra contribuem para a sua efetivação. Outrossim, relevante a adesão do Ministério Público em todas as fases do projeto, neste ato representado por Willian Lira de Souza.

É importante pontuar que a divulgação dos projetos realizados faz parte integrante da prestação de contas das verbas oriundas do Juizado Especial Criminal, além de dar publicidade e transparência às ações do Tribunal de Justiça.

Com esta ação, o Fórum de Santa Felicidade cumpre com a Instrução Normativa Conjunta nº 2 da Corregedoria Geral da Justiça (CGJ) e do Ministério Público do Paraná (MP-PR), ao mesmo tempo em que exerce a sua responsabilidade social com a comunidade de entorno, aproximando, desta forma, o Poder Judiciário da população.

Texto: Equipe Fórum de Santa Felicidade.