Notícias Notícias

Voltar

Rolê Cultural promove uma edição especial “Olhar Acessível”


Rolê Cultural promove uma edição especial “Olhar Acessível”
O passeio contou com a presença de pessoas com deficiência visual do Instituto Paranaense de Cegos em uma visita guiada ao Museu do Olho
Sex, 16 Ago 2019 17:44:09 -0300

Na quarta-feira (14/8), o projeto Rolê Cultural, desenvolvido pela 2ª Vice-Presidência do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), realizou uma edição especial, chamada “Olhar Acessível”. Na ocasião, um grupo de pessoas com deficiência visual do Instituto Paranaense de Cegos foi recebido para uma visita guiada ao Museu Oscar Niemeyer.

O Rolê Cultural - Olhar Acessível participou do projeto “MON Para Todos”, do Museu Oscar Niemeyer, que utiliza os dispositivos de acessibilidade já disponíveis no local, como esculturas originais, réplicas em miniatura e em grande dimensão, e maquetes táteis que reproduzem parte acervo e possuem legendas em braile. Além disso, o passeio contou com uma oficina de pintura de relevo, com massa de modelar. 

Para a assistente social do instituto, Beatriz de Lara Winkert, passeios como o Rolê Cultural são importantes para tirá-los da rotina e vivenciar novas experiências. “Esse contato com pessoas diferentes, com a cultura, além do acolhimento da equipe, tudo isso tem muita importância para eles”, disse. 

Os participantes dessa edição costumam não ter acesso a exposições de arte, o que é uma iniciativa a ser desenvolvida no Instituto. “Eles não têm muito essa prática. Nós queremos despertar esse interesse neles, implantar isso na rotina. O Rolê Cultural é um começo para isso”, complementa  Beatriz. 

Sobre o Rolê Cultural

Desenvolvido pela 2ª Vice-Presidência do TJPR, o Rolê Cultural pretende incentivar a inserção de crianças, de adolescentes e de demais grupos em situação de vulnerabilidade social na cultura, como forma de emancipação, pacificação e melhora da sua qualidade de vida.

O projeto tem como objetivo criar parcerias públicas e privadas que incentivem o acesso de crianças e de adolescentes carentes a visitas guiadas a museus e pontos turísticos da cidade, a sessões históricas e clássicas de cinema, a peças de teatro, a concertos de música, entre outros.