Notícias Notícias

Voltar

TJPR e Secretaria de Estado da Educação promovem Seminário Estadual sobre Escolas Colaborativas


TJPR e Secretaria de Estado da Educação promovem Seminário Estadual sobre Escolas Colaborativas
Instituições assinaram na quarta-feira (16/10) um convênio para garantir a prevenção e a resolução de conflitos no ambiente escolar
Qui, 17 Out 2019 18:29:41 -0300

Em parceria com a Secretaria de Estado da Educação (SEED), o Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), por meio da 2ª Vice-Presidência, promoveu nesta quarta-feira (16/10) o Seminário Estadual "Escolas Colaborativas”, realizado no auditório do Tribunal Pleno. O evento reuniu magistrados, professores, juristas e servidores públicos para discutir e fomentar a troca de experiências sobre as questões de conflito e violência no ambiente escolar, além das técnicas autocompositivas e práticas restaurativas.

No início do Seminário foi assinado um Termo de Cooperação entre o TJPR e a SEED. Por meio do acordo, a Secretaria deverá promover uma articulação com os Núcleos de Educação das escolas estaduais para divulgar ações e programas de aperfeiçoamento do sistema e da política de Justiça. A iniciativa inclui a disseminação das técnicas de Justiça Restaurativa e de resolução de conflitos de forma consensual, desenvolvidas pelo Tribunal de Justiça.

Como afirmou o Secretário de Estado de Educação e Esporte, a proposta pretende trazer grandes benefícios para os jovens estudantes. “O bom trabalho que fizermos hoje vai evitar muitos problemas lá na frente. É isso que estamos fazendo, agindo preventivamente pela cultura da paz, com a justiça restaurativa, com a conversa, com o diálogo, trazendo de volta os jovens para o caminho certo”, disse.

As técnicas de resolução consensual de conflitos, como a conciliação e a mediação, contribuem para a promoção da cultura da pacificação. De acordo com o 2º Vice-Presidente do TJPR, as ações promovidas pelo Tribunal de Justiça nessa área podem estimular o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU.

Em sua fala, ele destacou o Objetivo 4, de educação de qualidade, e o Objetivo 16, de disseminação da cultura da paz e promoção de instituições eficazes. O 2º Vice-Presidente do TJPR também afirmou que as técnicas desenvolvidas pelo Poder Judiciário têm o objetivo de solucionar o problema de fundo que deu causa ao conflito. “A estratégia com que atuamos é muito simples. É solucionar o conflito logo após o seu surgimento, não deixando que tenha a escalada do conflito”. Ele destacou, por isso, a importância da educação das crianças para evitar conflitos futuros.

No restante do dia também foram realizadas palestras sobre direitos humanos, gestão dos conflitos e da violência escolar, educação e rede de proteção com a participação do Poder Judiciário, mediação e comunicação não violenta.

 

Acesse as fotos do Seminário no Flickr do TJPR.