Notícias Notícias

Voltar

Vara Criminal de Araucária realiza primeiro júri por videoconferência


Vara Criminal de Araucária realiza primeiro júri por videoconferência
Interrogatório de um réu preso foi realizado entre a unidade judicial de Araucária e um presídio de Itajaí (SC)
Qui, 07 Fev 2019 13:30:25 -0200

Na quinta-feira (31/1), a Vara Criminal de Araucária realizou o primeiro júri por videoconferência da unidade judicial. O réu, que está preso em Itajaí (SC) em razão de um outro crime não relacionado ao processo que corre no Paraná, foi interrogado pela Juíza Débora Cassiano Redmond e pelo Promotor de Justiça Thiago Artigas Niclewicz – diretamente da Região Metropolitana de Curitiba.

Ao final, os jurados absolveram o réu da acusação de um homicídio ocorrido no dia 8 de fevereiro de 2013. Segundo a assessoria da Vara Criminal de Araucária, todas as partes envolvidas ficaram muito satisfeitas com a realização da videoconferência.

A unidade judicial também avaliou a experiência de forma positiva, em virtude da celeridade que a videoconferência proporciona a esse tipo de interrogatório, pois não existem atrasos com escolta policial. Isso garante, também, a segurança de todos os envolvidos na realização do ato, como jurados, testemunhas, magistrados, promotores e servidores, e desonera o Estado de gastos com a remoção e o acompanhamento dos presos. 

A assessoria da Vara Criminal de Araucária afirmou, ainda, que essa experiência poderá ser replicada em outros julgamentos, sempre que possível e mediante a concordância da defesa. Ao final, a magistrada que presidiu o ato agradeceu à equipe do Cartório e ao servidor do Departamento de Tecnologia da Informação e Comunicação (DTIC) do TJPR que deu apoio técnico à realização da videoconferência, garantindo a efetividade do julgamento.