Notícias Notícias

Voltar

Autismo, Deficiência Intelectual e Transtorno Mental – principais características e diferenças

Tendo em vista a importância da capacitação e sensibilização quanto aos direitos, às características e às necessidades das pessoas com deficiência, a ESEJE e a Comissão Permanente de Acessibilidade e Inclusão promovem, no segundo semestre, oficinas sobre as deficiências visual, auditiva, física e intelectual.

 

A oficina “Autismo, Deficiência Intelectual e Transtorno Mental – principais características e diferenças” acontecerá no dia 21 de novembro de 2019, às 13h30min, no auditório da ESEJE, Rua da Glória, 393, térreo, e será dividida em 3 momentos:

1. Palestra “Autismo, Deficiência Intelectual e Transtorno Mental – principais características e diferenças” ministrada pela assessoria dos Direitos da Pessoa com Deficiência da Prefeitura Municipal de Curitiba.


2. Diálogo com a especialista em Transtorno do Espectro Autista (TEA), Monaliza Ehlke Ozorio Haddad, e com o servidor Carlos Eduardo Abib David, pessoa com TEA.

 

3. Atividade orientada de vivência, em que os presentes poderão experimentar as dificuldades impostas às pessoas com deficiência nas suas atividades cotidianas.

O evento será presencial (70 vagas), e a gravação do evento será disponibilizada no Ambiente Virtual de Aprendizagem a partir do dia 25 de novembro de 2019.

 

Para inscrever-se no evento, clique aqui, faça seu cadastro no Ambiente Virtual de Aprendizagem da ESEJE e efetue sua inscrição.


A primeira oficina, sobre a deficiência visual, aconteceu no dia 30 de julho de 2019. Para assistir ao vídeo, clique aqui.

A oficina sobre deficiência auditiva aconteceu no dia 27 de agosto de 2019. Para assistir ao vídeo, clique aqui.

Por fim, a oficina sobre deficiência física aconteceu no dia 24 de setembro de 2019. Para assistir ao vídeo, clique aqui.

Conheça também o itinerário formativo de “Acessibilidade e Inclusão”: clique aqui.

 

Abaixo, estão algumas avaliações dos eventos anteriores:

 

“Excelente curso. [...] cursos que ensinam como o servidor deve tratar pessoas com deficiência visual com respeito, excelência e eficácia”.

“Capacitações com esta temática são importantes para nos fazer pensar sobre possibilidades de convívio com o diferente, já que a tendência humana é ignorar sua existência”.
“Espetacular. Cria-se uma nova visão sobre um tema muito importante e com tão pouca atenção”.
“Gostei muito do curso. Fiquei bastante emocionado com a entrevista da servidora Carol. Achei muito interessante as oportunidades de vivenciar na prática as experiências que uma pessoa com deficiência visual vive no dia a dia”.

“A Oficina foi muito produtiva. Através das explanações das intérpretes pudemos conhecer melhor as formas de comunicação, possibilitando a aplicação do conhecimento adquirido na melhora no desempenho do atendimento à pessoa com deficiência auditiva. A entrevista realizada foi de grande valia para que possamos entender as dificuldades da pessoa com deficiência auditiva e, dessa forma, poder auxiliar e incluir de forma efetiva”.

“Achei muito interessante essa palestra. Para mim foram muito úteis as dicas sobre como podemos nos comunicar e como podemos ajudar pessoas com deficiência auditiva mesmo sem conhecer Libras”. 

“Muito importante esses eventos para criar empatia e respeito nos servidores”.