Pequenas economias somadas dão grandes resultados


Água é um recurso natural essencial à vida de todos os seres humanos e à manutenção de todos os ecossistemas. É o recurso mais precioso que a terra fornece à humanidade.
O mau uso da água, o desmatamento, a poluição, o desperdício e seu consumo cada vez maior que leva à escassez do líquido. Uma vez ocorrendo escassez de água, não devemos continuar desperdiçando-a visto que afetará, inclusive, a produção de alimentos para o contingente populacional.


De acordo com a Organização Mundial de Saúde, menos de 1% da água doce do mundo, ou seja, 0,007% de toda água na Terra está disponível imediatamente para o consumo humano mundial. Tudo relaciona-se com a água, portanto, sejamos conscenciosos:

Não desperdice.   Não polua.   Não faça mau uso da água.

Garrafas e Bebedouros:

Evitando o desperdício, procure abrir uma garrafa de água quando você realmente for ingeri-la toda e, caso não queira tomar uma garrafa inteira, pegue apenas a quantia desejada, deixando-a bem fechada e acondicionada, para ser usada posteriormente.
 

No banheiro:

Ao fazer a barba por 5 minutos com a torneira meio aberta, pode-se chegar a gastar até 12 litros de água (casa) /80 litros (apartamento). Muita água seria economizada colocando um tampão na pia e fazendo do lavatório um tanquinho. Desta maneira, o gasto de água para fazer a barba cairá para 2 litros.

Se uma pessoa para escovar os dentes levar cinco minutos com a torneira não muito aberta, gastará 12 litros de água (casa) /80 litros (apartamento). No entanto, se molhar a escova, fechando a torneira enquanto escova os dentes e, ainda, enxaguar a boca com um copo de água, conseguirá economizar mais de 11,5 litros de água (casa) /79 litros (apartamento). Isso, multiplicado pelo número de pessoas na casa e durante 30 dias, somará enorme economia.

Banho de ducha por 15 minutos, com o registro meio aberto, consome 135 litros (casa) /243 litros (apartamento). Se fechar o registro enquanto se ensaboa, diminuindo o tempo do banho para 5 minutos, o consumo cairá para 45 litros (casa) /81 litros (apartamento). No caso de banho com chuveiro elétrico, também em 15 minutos, com o registro meio aberto, são gastos 45 litros (casa) /144 litros (apartamento). Com os mesmos cuidados tidos com a ducha, o consumo será de apenas 15 litros (casa) /48 litros (apartamento).

Não utilize o vaso sanitário como lixeira ou cinzeiro e nunca acione a descarga à toa, pois ela consome muita água. Uma bacia sanitária com a válvula e tempo de acionamento de 6 segundos gasta de 10 a 14 litros. Bacias sanitárias de 6 litros por acionamento (fabricadas a partir de 2001) necessitam um tempo de acionamento 50% menor para efetuar a limpeza. Neste caso pode-se chegar a volumes de 6 litros por descarga.  Quando a válvula está defeituosa, poderá gastar até 30 litros. Mantenha a válvula da descarga sempre regulada e conserte os vazamentos assim que eles forem notados.

Lugar de lixo é no lixo. Jogando no vaso sanitário você, além de entupir o encanamento ocasionará que o lixo volte para sua casa.

 

Na cozinha:

Uma torneira pingando uma gota a cada 5 segundos representa mais de 20 litros de água desperdiçados em apenas um dia.

Numa casa, lavando louça com a torneira meio aberta em 15 minutos, são utilizados 117 litros de água. Com economia, o consumo poderá chegar a 20 litros. Uma lavadora de louças com capacidade para 44 utensílios e 40 talheres gasta 40 litros. O ideal será utilizá-la somente quando estiver cheia (ou carga completa).

Na higienização de frutas e verduras utilize cloro ou água sanitária de uso geral (uma colher de sopa para um litro de água, por 15 minutos). Depois, coloque duas colheres de sopa de vinagre em um litro de água e deixe por mais 10 minutos, economizando o máximo de água possível.

Ao ingerir um copo de água, é necessário pelo menos a quantia de outros 2 copos de água potável para lavá-lo. Portanto, combata o desperdício em qualquer circunstância.

Utilize sabão ou detergente biodegradáveis. Não poluem os rios porque se decompõem mais facilmente.
Ao comprar máquina de lavar roupas ou lavar pratos, verifique no manual o consumo de água do produto.
Não jogue óleo de frituras ou restos de comida em pias ou na privada pois podem causar entupimentos, dificultando o tratamento do esgoto.

Na lavanderia:

Deixe a roupa acumular e lave tudo de uma só vez.

Se for lavar a roupa na mão, feche o tanque, coloque as roupas de molho em água e sabão, só utilizando água corrente para enxaguar, lembrando-se de sempre fechar a torneira enquanto ensaboa e esfrega a roupa.

Não use sabão em excesso, evitando maior número de enxagues.

Reaproveite a água da máquina de lavar roupas, lavando o quintal.

Não exagere no uso de produtos de limpeza, como a água sanitária que contém cloro. Use com moderação, de acordo com as recomendações dos fabricantes.

Lavar roupa numa lavadora com capacidade para 5 quilos, gasta 135 litros (casa e apartamento). Melhor seria ter o mesmo procedimento que com a lavadora de louças: só usar a máquina quando estiver com sua capacidade total.

Já um tanque com a torneira meio aberta por 15 minutos pode chegar a gastar 279 litros (casa e apartamento). Deixe acumular roupa, colocar a água no tanque para ensaboar, deixando a torneira fechada. Depois, colocar a água para enxaguar.

E, que tal utilizar a água usada do tanque para lavar o quintal?

 

No jardim, no quintal, na calçada:

Um hábito é regar jardins e plantas durante 10 minutos, chegando-se a gastar 186 litros de água. Para economizar, a rega durante o verão deve ser feita pela manhã, bem cedo ou à noite, reduzindo a perda por evaporação. No inverno, a rega pode ser feita dia sim, dia não, pela manhã. Mangueira com esguicho-revólver também ajuda. Assim, pode-se chegar a uma economia de 96 litros de água por dia.

Procure aproveitar a água das chuvas, recolhendo-a na saída das calhas e usando para regar o jardim ou limpar a casa.

E tem ainda quem "varre" a calçada usando o esguicho. Em 15 minutos, lá se vão 279 litros de água. Desnecessária tanta lavação, se podemos usar a vassoura, simplesmente, com o mesmo efeito.

Muita gente gasta até 30 minutos lavando carro. Com uma mangueira, não muito aberta, gastam-se 216 litros de água. Com a torneira aberta meia volta 560 litros. Mas se lavar o carro apenas uma vez por mês, usando um balde de 10 litros para molhar e ensaboar e, também, balde para enxaguar, pode-se chegar a um consumo de apenas 40 litros.

 

Média de desperdício:

        Escovar dentes com torneira aberta 80 litros
     Lavar louça com torneira aberta 100 litros
     Lavar carro com mangueira (meia hora) 560 litros
     Lavar calçada com mangueira 280 litros
  Banhos longos 95 a 180 litros

 

 

Adaptado conforme fontes:
www.natureba.com.br,
www.ibahia.globo.com
www.sabesp.com.br
www.cagece.com.br
www.ongprojetocidam.org.br