Notícias Notícias

Voltar

TJPR promoveu o “1º Encontro dos Servidores com Deficiência”


TJPR promoveu o “1º Encontro dos Servidores com Deficiência”
Funcionários e magistrados apresentaram propostas para facilitar a convivência, o trabalho e o atendimento às pessoas com deficiência na instituição
Qui, 12 Dez 2019 14:05:47 -0300

Na sexta-feira (6/12), a Comissão Permanente de Acessibilidade e Inclusão do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná (CPAI-TJPR) realizou o “1º Encontro dos Servidores com Deficiência do TJPR”. O evento, que aconteceu na Escola da Magistratura do Paraná (EMAP), celebrou o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência (3/12) e teve o objetivo de conhecer as singularidades e as demandas dos servidores e magistrados, além de proporcionar a integração das pessoas com deficiência que atuam na instituição. 

A iniciativa procurou fomentar, também, o planejamento de ações da Comissão de Acessibilidade e Inclusão, em cumprimento ao artigo 10 da Resolução nº 230/2016 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O documento dispõe que as Comissões “fiscalizem, planejem, elaborem e acompanhem os projetos arquitetônicos de acessibilidade e projetos “pedagógicos” de treinamento e capacitação dos profissionais e funcionários que trabalhem com as pessoas com deficiência, com fixação de metas anuais, direcionados à promoção da acessibilidade para pessoas com deficiência”.

Participaram do Encontro o Presidente da CPAI, Desembargador Sigurd Roberto Bengtsson, os membros da Comissão e 12 servidores com deficiência (física, visual, auditiva e transtorno do espectro autista) da capital, de Goioerê e de Ribeirão do Pinhal. Os funcionários compartilharam suas trajetórias pessoais e profissionais, relatando as dificuldades encontradas desde a vida escolar até o trabalho no TJPR. Dentre as barreiras citadas, destacaram-se as dificuldades de comunicação, tecnológicas e de acesso ao local de trabalho.

Os membros da CPAI discorreram sobre as ações desenvolvidas ao longo dos dois anos de trabalho em prol da inclusão das pessoas com deficiência no Poder Judiciário. No período, a Comissão atuou na produção de vídeos, manuais, cartilhas e oficinas de capacitação e sensibilização sobre o tema. A equipe trabalhou, também, por reformas e construções de prédios acessíveis, além de adaptações de mobiliário e sistemas informatizados. Além disso, a CPAI atuou no projeto de regulamentação dos direitos das pessoas com deficiência no Tribunal; no projeto voltado à assistência médica e social e nos projetos “Abraçar para incluir” e “Portas abertas”.

Ações para facilitar a convivência, o trabalho e o atendimento às pessoas com deficiência

No encontro, os participantes, reunidos em grupos, discutiram “O que o Tribunal pode fazer para facilitar a convivência, o trabalho e o atendimento às pessoas com deficiência?”. Eles também apresentaram sugestões para as próximas ações da Comissão de Acessibilidade e Inclusão, como:

• adaptações arquitetônicas, tecnológicas e de mobiliário; 
• ampliação das ações de capacitação e sensibilização tanto para o trabalho como para atendimento ao jurisdicionado; 
• acompanhamento pelo Centro de Assistência Médica e Social; 
• teletrabalho; 
• direcionamento no ingresso do servidor e ações de adaptação futura, caso necessárias.

Encerrando o evento, o servidor João Guilherme Carraro Hortmann, membro da CPAI, apresentou a proposta de Regulamentação dos Direitos da Pessoa com Deficiência do TJPR, que está em trâmite e visa atender à legislação federal, estadual e à Resolução nº 230/2016 do CNJ.

Conheça todos os participantes do evento e os membros da CPAI

Servidores com deficiência participantes:  Anderson Sonievski de Oliveira, Andre Luiz do Nascimento, Carlos Eduardo Abib David, Claudia Cristina Martins Tria, Diana Ranzan Araujo, Geana Santos Gayer Ramos, Gilberto Yoshikazu Ozawa, Jeferson Paulo Lorenzett, Kamylla Straliote, Lygia Andrade de Toledo Felipe, Ricardo Ferreira e Thiago Murilo Schuersovski.

Membros da CPAI: Desembargador Sigurd Roberto Bengtsson (Presidente da Comissão), Claudia Cristina Martins Tria, Daniela Ribas Rocha, Diogo Guilherme Silveira, Flavia Verusca Buturi Monarin Matos, Gilberto Yoshikazu Ozawa, João Guilherme Carraro Hortmann, Jober Andrade, José Luiz Leite da Silva Filho, Marcela Benevides Sales Pignolo, Renan Massaiti Tory, Vanessa Rafaela Lobato, Vera Maria Molfi de Franco e Vivian Clavijo Beltrán Kummer.

---

Acesse as imagens do “1º Encontro dos Servidores com Deficiência do TJPR”.

Saiba mais sobre a Resolução 230/2016 do CNJ, que trata da “adequação das atividades dos órgãos do Poder Judiciário e de seus serviços auxiliares às determinações exaradas pela Convenção Internacional sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e seu Protocolo Facultativo e pela Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência”.