J u l h o



M o v i m e n t a ç ã o   d a   C a r r e i r a
  

 

10ª SESSÃO ORDINÁRIA ADMINISTRATIVA DO ÓRGÃO ESPECIAL

O Colendo Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Paraná, na 10ª Sessão Ordinária Administrativa desta segunda-feira (9), deferiu o pedido de promoção pelo critério de merecimento da Dra. Rafaela Mari Turra, Juíza de Direito da Vara Criminal e Anexos da Comarca de Jaguariaíva, para o cargo de Juiz de Direito Substituto da 1ª Seção Judiciária da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba. Compôs a lista remanescente, ainda, a Dra. Maria Serra Carvalho, Juíza de Direito da Vara Cível e Anexos da Comarca de Lapa.

Também acolheu-se o pedido de remoção formulado pela Dra. Ana Paula Menon Loureiro Pianaro Angelo, Juíza Substituta da 36ª Seção Judiciária, com sede na Comarca de Laranjeiras do Sul, para a 66ª Seção Judiciária, sediada na Comarca de Prudentópolis.

 

 

 

2° CONGRESSO INTERNACIONAL DE ACOLHIMENTO FAMILIAR ESTÁ COM INSCRIÇÕES ABERTAS

A fim de estabelecer diálogos e trocas de experiências com vistas ao aperfeiçoamento dos Serviços de Acolhimento Familiar, ocorrerá, de 22 a 25 de julho de 2018, com o apoio da Corregedoria-Geral da Justiça do Estado do Paraná, o 2º Congresso Internacional de Acolhimento Familiar, que será realizado em Cascavel (PR).

As inscrições podem ser realizadas pelo link https://bit.ly/inscricaoacolhimentocascavel. Destaca-se, ainda, que serão gratuitas as 30 (trinta) primeiras inscrições realizadas por Magistrados, Servidores e Técnicos das equipes interdisciplinares.

A novidade este ano é que, no último dia do Congresso, serão ofertados 5 (cinco) workshops, e cada participante poderá optar por um tema de sua preferência no ato da inscrição.

Nos dias 22, 23 e 24, as palestras serão realizadas no Anfiteatro Emir Sfair, no Centro de Convenções e Eventos de Cascavel, Luiz Boareto, na Rua Fortunato Bebber, 987, bairro Pacaembu.

No dia 25 de julho, os workshops serão ministrados na UNIVEL, localizada na Avenida Tito Muffato, 2317, bairro Santa Cruz. 

O evento contará com a participação dos seguintes palestrantes:

 

DR. JOÃO PAULO FERREIRA DELGADO

Professor na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico do Porto (Portugal)

ROBBIE G. GILLIGAN

Professor of Social Work and Social Policy Trinity College Dublin (Irlanda)

DRA. MARIA CARME MONTSERRAT BOADA

Maestra y Pedagoga por la Universidad de Barcelona, se doctoróenel programa de doctorado de Psicologia y Calidad de Vida por la Universidad de Girona - UdG (Espanha)

JESUS PALÁCIOS

Professor da Univerdade de Sevilha (Espanha), estudioso da temática da adoção e do acolhimento

DR. SÉRGIO LUIZ KREUZ

Juiz Auxiliar da Corregedoria-Geral da Justiça do Estado do Paraná

DR. JOSÉ ROBERTO POIANI

Juiz da Vara da Infância e da Juventude da Comarca de Uberlândia (Minas Gerais)

DR. FABRICIO PRIOTTO MUSSI

Juiz da Vara da Infância e da Juventude da Comarca de Cascavel (Paraná)

DR. LUCIANO MACHADO DE SOUZA

Promotor de Justiça da 8ª Promotoria da Infância e da Juventude do Estado do Paraná

DRA. LIDIA WEBER

Mestra e Doutora em Psicologia experimental e Pós-Doutora em Saúde e Desenvolvimento Humano

NEUSA CERUTTI

Coordenadora do Serviço de Acolhimento Familiar de Cascavel (Paraná)

LUCIMAIRA CABREIRA

Professora, Graduada em psicologia e Gerente da Divisão de Proteção Social Especial da Secretaria de Assistência Social de Cascavel (Paraná)

DRA. CAROLINE BUOSI VELASCO

Doutora em psicologia experimental e Mestre em Direito

SANDRA SOBRAL

Presidente da Instituição Geração Amanhã de incentivo à adoção e ao acolhimento familiar no Brasil

LÍVIA DE TARTARI E SACRAMENTO

Graduada em Psicologia, Especialista em Psicologia Jurídica e Mestre em Psicologia da Saúde

HUDSON MARCIO MORESCHI JUNIOR

Secretário de Assistência Social de Cascavel (Paraná)

 

Em razão da presença de palestrantes internacionais, haverá intérpretes para a tradução simultânea.

 

 

CNJ REAFIRMA A EXTENSÃO DO BENEFÍCIO DA 
GRATUIDADE DA JUSTIÇA AOS ATOS NOTARIAIS E DE REGISTRO

Ao julgar o Pedido de Providências n° 0007099-55.2017.2.00.0000, o Plenário do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), reiterou o entendimento no sentido de que “a gratuidade de justiça deve ser estendida, para efeito de viabilizar o cumprimento da previsão constitucional de acesso à jurisdição e a prestação plena aos atos extrajudiciais de notários e de registradores. Essa orientação é a que melhor se ajusta ao conjunto de princípios e normas constitucionais voltados a garantir ao cidadão a possibilidade de requerer aos poderes públicos, além do reconhecimento, a indispensável efetividade dos seus direitos (art. 5º, XXXIV, XXXV, LXXIV, LXXVI e LXXVII, da CF/88), restando, portanto, induvidosa a plena eficácia da Resolução nº 35 do CNJ, em especial seus artigos 6º e 7º”.

 

 

JUÍZES DE ALMIRANTE TAMANDARÉ PARTICIPAM DO PROMAGISTRATURA

Na manhã desta terça-feira (3/7), o Foro Regional de Almirante Tamandaré recebeu o 16° Ciclo do ProMagistratura, curso promovido pela Corregedoria-Geral da Justiça com o objetivo de capacitar os Juízes para o uso das funcionalidades avançadas do Sistema PROJUDI.

Participaram do evento os Magistrados Silvio Allan Kardec Torralbo Siqueira (coordenador local), Liana de Oliveira Lueders, Alexandre Moreira Van Der Broocke, Gustavo Hoffmann, José Aristides Catenacci Júnior, Marcos Antônio da Cunha Araújo, Vivian Cristiane Eisenberg de Almeida Sobreiro e Rafael Brasileiro Kanayama.

A ação, que desde o início de 2017 já capacitou mais de 170 (cento e setenta) Juízes, também resultou na elaboração do “Manual de Técnicas Avançadas – PROJUDI para Magistrados”, de autoria do Juiz Sergio Bernardinetti, o qual está disponível, em formato digital, na aba Espaço do Magistrado.

O cronograma completo e informações adicionais sobre o curso estão disponíveis na página do Projeto.