Últimas Notícias do TJPR Últimas Notícias do TJPR

Voltar

Cevid promove palestras para implantação de rede de proteção à mulher em Almirante Tamandaré

Foto: TDO. Foto: TDO.

Cevid promove palestras para implantação de rede de proteção à mulher em Almirante Tamandaré
No evento foram abordados os aspectos práticos do cotidiano de atendimento à mulher vítima de violência doméstica
Ter, 11 Abr 2017 17:55:25 -0300

Após quatro reuniões com membros do Poder Judiciário, representantes do Ministério Público, Ordem dos Advogados do Brasil Seção Paraná (OAB/PR), Polícias Civil e Militar, entre outras autoridades, a Coordenaria Estadual da Violência Doméstica e Familiar (Cevid) do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) encerrou os trabalhos para a criação da rede de proteção à mulher em Almirante Tamandaré, na última sexta-feira (7/4), no Fórum da Comarca.

No evento foram proferidas palestras sobre os aspectos práticos do cotidiano de atendimento à mulher vítima de violência doméstica, com o objetivo de ampliar a compreensão de cada etapa desse atendimento.

O público que lotou o auditório do Tribunal do Júri do Fórum foi composto por integrantes da comunidade de Almirante Tamandaré e de Campo Magro, que farão parte da Rede de Proteção a Mulher.

Palestrantes

Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher

Ceciana Ames, psicóloga que atua no posto avançado da Casa da Mulher Brasileira em Curitiba, apresentou os serviços prestados atualmente pela Casa, e falou da importância do primeiro atendimento. “O momento em que essa mulher chega à Delegacia é o momento que ela vai buscar ajuda, é quando ela vai dizer que está sofrendo, então precisa de um acolhimento digno para que esse momento se torne valoroso para ela. Porque ela conseguiu chegar até a delegacia, e muitas não conseguem”, explicou a psicóloga.

Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de São José dos Pinhais

Na sequência a chefe da Secretaria do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de São José dos Pinais, Franciele Pereira do Nascimento, falou sobre o Projeto “Daqui pra Frente”, que atende agressores, em São José dos Pinhais.

O projeto, que visa sensibilizar homens autores de violência doméstica, indo além apenas da questão punitiva, promove encontros em que são debatidos temas como a constituição histórica da violência contra a mulher e do machismo na sociedade, as previsões legais da Lei Maria da Penha, as resoluções pacificas de conflitos e a saúde do homem.

Os agressores ao projeto são encaminhados pela 12ª Vara de São José dos Pinhais.

A chefe da Secretaria do Juizado, Franciele Pereira do Nascimento, apresentou um dado importante. “Até o momento não houve reincidência de violência doméstica entre os participantes do projeto, então já consideramos um avanço”, disse Franciele.

Instituto Médico Legal

A Ginecologista Perita do IML, Maria Letícia Fagundes, apresentou a estrutura do IML e falou do atendimento prestado às vítimas de violência doméstica pelo Instituto Médico Legal.

Segundo a médica, é importante oferecer um atendimento humanizado a essa mulher durante o exame de corpo de delito. “Os laudos podem ser realizados com materiais muito simples, porque a perícia está nos olhos e na sensibilidade do examinador”, declarou a perita.

Ministério Público

A Promotora de Justiça da 2ª Vara Criminal de Almirante Tamandaré, Mariana Díaz, explicou ao público o trabalho do Ministério Público nas ações de violência doméstica.

Ela esclareceu, por exemplo, que o pedido de medida protetiva pode ser feito pela própria vítima e levada por ela mesma diretamente ao juiz ou ao promotor, sem a necessidade da presença de um advogado.

2.ª Vara Criminal de Almirante Tamandaré

O Juiz Titular da 2.ª Vara Criminal de Almirante Tamandaré, Silvio Allan Kardec Torralbo Siqueira, agradeceu a presença e participação de todos, e falou da importância da criação da rede de proteção à mulher em Almirante Tamandaré, Comarca que também atende a cidade de Campo Magro. Segundo o Juiz, é imprescindível a criação dessa rede, “que é importante para que possamos ter instrumentos para reconhecer esses conflitos. São essas equipes multidisciplinares da prefeitura as vozes do Poder Judiciário, sem elas o juiz fica muitas vezes sem elementos para deferir ou indeferir e analisar com mais substância esses casos”.

Encerramento e presenças

Ao encerrar o evento a Desembargadora Lenice Bodstein, Coordenadora da Cevid, disse “procuramos nesses quatro encontros aqui em Almirante Tamandaré, por meio da Cevid e da Presidência do TJ-PR, trazer um panorama daqueles que lutam pela dignidade humana, pela igualdade de homens e mulheres e pela pacificação da família brasileira”. Ela agradeceu a acolhida de Almirante Tamandaré e a todos os profissionais envolvidos de todos as instituições que participaram dos encontros.

Estiveram presentes a Presidente da Comissão de Estudos da Violência de Gênero (Cevige) da OAB/PR, a Advogada Sandra Lia Bazzo Barwinski; da Secretaria de Família, Juventude, Esporte e Lazer, Jocélia Alves Fonseca; da Polícia Civil, o delegado de polícia, Nasser Salmen; da Polícia Militar, o Capitão Aires; da Secretaria Municipal de Saúde, Maria Cristina Bornansim; representantes de escolas municipais, Creas, Cras, Secretaria da Ação Social, Conselho da Comunidade, demais autoridades e servidores.

Mais fotos acesse nosso flickr.



Canal do Youtube do Tribunal de Justiça do Paraná Canal do Youtube do Tribunal de Justiça do Paraná

Jurisprudência do TJPR Jurisprudência do TJPR


Consulta Jurisprudência 2o. grau TJPR, Jurisprudência 2º Grau, Jurisprudência Turmas Recursais, Jurisprudencia, jurisprudencia

Diário da Justiça do TJPR Diário da Justiça do TJPR


Prazos e Suspensões no TJPR Prazos e Suspensões no TJPR

Clipping Clipping

Nota de Falecimento Nota de Falecimento