Últimas Notícias do TJPR Últimas Notícias do TJPR

Voltar

Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania ganham aperfeiçoamento de mão de obra


Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania ganham aperfeiçoamento de mão de obra

A 2ª Vice-Presidência do TJPR vem desenvolvendo uma série de ações para aperfeiçoar o trabalho desenvolvido por magistrados e servidores dos centros
Seg, 06 Ago 2018 18:55:00 -0300

Responsável por presidir o Núcleo Permanente de Métodos de Solução Consensual de Conflitos (NUPEMEC), a 2ª Vice-Presidência vem desenvolvendo uma série de ações com a finalidade de aperfeiçoar a qualidade dos serviços públicos oferecidos nos Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania (CEJUSCs) em todo o Estado. Parte desse trabalho consiste na criação de materiais que auxiliem magistrados e servidores a desenvolverem a política autocompositiva. São exemplos disso os projetos “POP CEJUSC” e “Desvendando o CEJUSC” e, ainda, o aperfeiçoamento do processo de formação de mediadores e conciliadores.

Conheça

Pensando em auxiliar a padronização de rotinas, formação e aperfeiçoamento dos servidores, a exemplo do trabalho desenvolvido nos Juizados Especiais, foi criado o Procedimento Operacional Padrão do CEJUSC, o “POP CEJUSC”. Já disponível por meio da intranet, o projeto oferece modelos de documentos e videoaulas, referentes aos principais procedimentos utilizados pelos Centros.

Com o mesmo objetivo de auxiliar o trabalho desenvolvido nesses locais, mas com foco na atividade dos juízes, o POP CEJUSC ganhou um aperfeiçoamento com a criação do projeto “Desvendando o CEJUSC para Magistrados”. A iniciativa pretende esclarecer aos magistrados os ditames da política nacional de tratamento adequado de conflitos e o seu funcionamento, com destaque aos CEJUSCs, bem como a forma de operacionalização dos centros.

Com o apoio de profissionais de renome na área da mediação, o projeto já começou a ser captado. Por meio de vídeos, materiais de publicidade no site e uma cartilha, o “Desvendando o CEJUSC” deve ser disponibilizado a partir do próximo mês.

Além dessas ações, no intuito de se firmar como polo formador de instrutores, o NUPEMEC indicou, ainda em 2017, os Juízes Rodrigo Rodrigues Dias e Denise Krueger, instrutores certificados, para participar da formação de formadores proposta pela Comissão de Acesso à Justiça e Cidadania do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), administrada pela Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (ENFAM).

Atualmente, os Juízes indicados estão concluindo a terceira etapa da formação, que é estruturada em três módulos. Além deles, o Desembargador Roberto Portugal Bacellar já possui habilitação perante o CNJ como formador de formadores, o que coloca o NUPEMEC num patamar de destaque, com três magistrados habilitados a formar novos instrutores em seu corpo docente permanente.

Com essas medidas, além de atender a demanda pela interiorização da formação em mediação judicial e o aperfeiçoamento dos serviços públicos prestados pelos CEJUSCs, o TJPR poderá contribuir cada vez mais para a disseminação da cultura da paz.

Texto: 2ª Vice-Presidência.


 
CIDADÃO
 
ADVOGADO
 
IMPRENSA

Canal do Youtube do Tribunal de Justiça do Paraná Canal do Youtube do Tribunal de Justiça do Paraná

Jurisprudência do TJPR Jurisprudência do TJPR


Consulta Jurisprudência 2o. grau TJPR, Jurisprudência 2º Grau, Jurisprudência Turmas Recursais, Jurisprudencia, jurisprudencia

Diário da Justiça do TJPR Diário da Justiça do TJPR

a

Clipping Clipping

Nota de Falecimento Nota de Falecimento