CEDOC - Museu da Justiça

Colaboração, Pesquisa e Edição de Texto: Ricardo Joaquim Marques.

Voltar

Des. Cláudio Nunes do Nascimento

Des. Cláudio Nunes do Nascimento

 

Cláudio Nunes do Nascimento, filho de Alfredo Nunes do Nascimento e de Geraldina Silva do Nascimento, nasceu no dia 8 de julho de 1930, na cidade de Irati (PR). Casou-se com a Sra. Leoni Idazima Fila do Nascimento. (falecida)

Bacharel pela Faculdade de Direito da Universidade Federal do Paraná, colou grau no ano de 1954. Iniciou sua carreira como promotor público na comarca de União da Vitória, logo após Irati, Bela Vista do Paraíso e Cascavel. Em 1955, após aprovação em concurso, foi nomeado juiz substituto da Seção Judiciária com sede na comarca de União da Vitória, depois removido para a Seção Judiciária com sede na comarca de Apucarana, atendendo concomitantemente as comarcas de Jandaia do Sul, Mandaguari, Arapongas, Porecatu e, posteriormente, Araucária.

De 1957, já como juiz de direito, até 1966, judicou nas comarcas de São Jerônimo da Serra, Bela Vista do Paraíso, Araruva, Marilândia do Sul e Andirá. Em 1966 foi promovido para a comarca de Curitiba. Em 1970 foi nomeado juiz do Tribunal de Alçada, onde exerceu os cargos de vice-presidente e presidente.

Em 12 de março de 1979 foi nomeado para o cargo de desembargador do Tribunal de Justiça, onde exerceu o cargo de corregedor da justiça no biênio 1987 a 1988 e presidente da corte em 1995 a 1996. Em 1981 foi eleito para integrar o Tribunal Regional Eleitoral, onde exerceu as funções de corregedor, vice-presidente e presidente.

É autor das Obras jurídicas "Execução Forçada", "Teoria Geral do Processo" e "Retro Venda". Conquistou os títulos de cidadão benemérito do estado do Paraná, cidadão honorário de Curitiba, Andirá, Guarapuava, Santo Antonio do Sudoeste, Ivaiporã, Faxinal, de Personalidade Insigne de Irati e de Comendador e Grande Benemérito da Maçonaria.

Foi professor na Escola de Magistratura do Estado do Paraná, da Escola Militar do Guatupê e da Faculdade de Direito de Curitiba. Foi professor de Direito Processual Civil na Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica do Paraná.

Aposentou-se compulsoriamente do Tribunal de Justiça no dia 9 de julho de  2000.