OFICINA DE FLUXOS


S Í N T E S E

 

A Resolução nº 192/2014 do Conselho Nacional de Justiça apresenta um plano de gestão firmado em competências, definindo-as como o conjunto de conhecimentos, habilidades e atitudes cogentes ao desempenho das funções dos servidores que visam alcançar objetivos estratégicos do Poder Judiciário.

Para consecução desta forma de gestão, é imprescindível a adoção de alternativas diligentes de aprimoramento de fluxos de trabalho e alocação de pessoas, com observância aos valores relacionados a produtividade, orientação para resultados, eficiência e eficácia no sentido de modernizar a forma de gerir.

O Projeto Oficina de Fluxos visa apresentar de forma clara, objetiva e detalhada, os procedimentos que tramitam pelas Divisões e Assessoria do Departamento da Corregedoria-Geral da Justiça, definindo a complexidade das tarefas e eventuais modelos imprescindíveis à execução.

Os fluxos processuais, além de otimizar os serviços executados, por meio da reflexão sobre ações desnecessárias, ainda padronizam as rotinas internas, de forma a propiciar que o conhecimento adquirido seja repassado a gestões sucessórias ou como fonte de estudos para novos servidores.

 

R E S U L T A D O S   /   R E C O M E N D A Ç Õ E S 

 

Mapeamento de todos os processos da unidade; reanálise de funções e tarefas; celeridade na prestação do serviço; modernização da forma de gestão.