Notícias Notícias

Voltar

COVID-19: Presos da Cadeia Pública de Ibaiti confeccionaram mais de 12 mil máscaras faciais


COVID-19: Presos da Cadeia Pública de Ibaiti confeccionaram mais de 12 mil máscaras faciais
Projeto da Comarca destinará os itens aos profissionais de saúde e à população mais vulnerável da cidade
Ter, 19 Mai 2020 17:42:37 -0300

Os detentos da Cadeia Pública de Ibaiti, município da região norte do Paraná, estão produzindo diariamente cerca de 1.500 máscaras de proteção. A iniciativa que contribui com as medidas de combate à pandemia faz parte do projeto “Do Cárcere ao Resgate do Ser Humano” – ação que busca ressocializar e integrar os detentos à comunidade por meio do auxílio direto à população.

Até esta terça-feira (19/5), foram produzidas mais de 12 mil máscaras. Confeccionados por 11 detentos, os itens serão destinados à população mais vulnerável da cidade e aos profissionais de saúde.

Outros presos da Cadeia Pública integram projetos de confecção de artesanato e de estudo, medidas que também incentivam a ressocialização. Além disso, essas atividades permitem a remição da pena, como estabelecem a Lei de Execução Penal e a Recomendação nº 44 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ): a cada três dias trabalhados, os presos têm direito à diminuição de um dia na pena.

Resgate da autoestima e do pertencimento à comunidade

“A sociedade tem visto com outros olhos aqueles que vivem atrás das grades e tem se aproximado para auxiliar a capacitação dos detentos”, diz a Juíza titular da Comarca.

Segundo a magistrada, com esse trabalho os presos se sentem úteis, pois integram a luta pela superação da pandemia. “O trabalho é árduo e desafiador, porque envolve, necessariamente, o resgate da autoestima do preso e da sensação de pertencimento à comunidade, a fim de que, alcançada a liberdade, ele possa se adequar às normas de convivência em sociedade com mais confiança”, afirma.