Notícias Notícias

Voltar

TJPR conquista categoria Ouro no Prêmio CNJ de Qualidade


TJPR CONQUISTA CATEGORIA OURO NO PRÊMIO CNJ DE QUALIDADE

Corte Paranaense foi reconhecida como melhor Tribunal Estadual de grande porte do país

Durante o 16° Encontro Nacional do Poder Judiciário (ENPJ), em Brasília, o Tribunal de Justiça do Estado do Paraná (TJPR) foi agraciado com a categoria Ouro no Prêmio CNJ de Qualidade, sendo reconhecido, pelo Conselho Nacional de Justiça, como o melhor Tribunal Estadual de grande porte do país.  

A premiação foi conferida durante o ENPJ, nos dias 20 e 21 de novembro, que reuniu presidentes dos tribunais brasileiros para debaterem e votarem as Metas Nacionais do próximo ano. O presidente do TJPR, desembargador José Laurindo de Souza Netto, destacou que o reconhecimento, pelo terceiro ano consecutivo, reafirma o compromisso em prestar um serviço jurisdicional de qualidade para toda a população. 

“Com essa conquista, o TJPR tornou-se o tribunal de grande porte mais bem avaliado pelo CNJ, motivo de muito orgulho para nós. A razão da premiação decorre do empenho e envolvimento daqueles que fazem parte do Judiciário Paranaense, e da conscientização da necessidade de prestar o melhor serviço jurisdicional para a sociedade”, afirmou o presidente. 

O prêmio foi criado em 2019, em substituição ao antigo Selo Justiça em Números. Ao longo dos anos, vários critérios foram aperfeiçoados e incluídos no regulamento da premiação, que é dividida em quatro eixos principais: governança; produtividade; transparência; dados e tecnologia. O objetivo é estimular os tribunais brasileiros na busca pela excelência na gestão e planejamento; na organização administrativa e judiciária; na sistematização e disseminação das informações e na produtividade, sob a ótica da prestação jurisdicional. 

Desde o início da premiação, o TJPR tem se destacado na melhora gradativa dos índices, tendo alcançado a classificação Ouro pelo terceiro ano consecutivo (em 2020 com índice de 68%; 73,36% em 2021; e 76,87% neste ano). Para isso, foram realizados investimentos em gestão da inovação e em tecnologia da informação, com a consequente atuação do Ateliê de Inovação e do Departamento de Informática. Além disso, recebe destaque a amplitude de cursos de capacitação pela Escola Judicial do Paraná e a atuação efetiva na melhoria dos dados estatísticos do tribunal pela Divisão de Estatística do Departamento de Planejamento, sobretudo derivada da Base Nacional de Dados do Poder Judiciário. 

Para o presidente da Corte paranaense, o reconhecimento também reflete os princípios norteadores da atual gestão, que são a valorização do ser humano, eficiência, capacitação, sustentabilidade e aproximação do Poder Judiciário com a Sociedade. O desembargador destaca, ainda, que o prêmio é um indicativo do trabalho sério e comprometido de todos os colaboradores que atuam na instituição. “Agradeço os magistrados, servidores, estagiários e todos aqueles que diariamente atuam em prol de um Poder Judiciário mais eficiente, célere e justo”, afirmou.