Notícias Notícias

Voltar

Ministro Dias Toffoli e Desembargador Von Adamek recebem a ‘Comenda do Mérito Judiciário do Paraná’


Ministro Dias Toffoli e Desembargador Von Adamek recebem a ‘Comenda do Mérito Judiciário do Paraná’
A sessão solene aconteceu no Auditório Pleno do TJPR na última sexta-feira (27/11) e foi transmitida pelo YouTube
Qui, 03 Dez 2020 17:39:33 -0300

Na sexta-feira (27/11), o Ministro José Antonio Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), e o Desembargador Carlos Vieira Von Adamek, Assessor da Corregedoria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), foram condecorados com a ‘Comenda do Mérito Judiciário do Paraná’.

A cerimônia de entrega da honraria foi realizada no Auditório Pleno do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) e foi restrita a poucos convidados, em razão das medidas adotadas para evitar a disseminação do novo coronavírus.

A condecoração, instituída pela Resolução 19/2010 do TJPR, tem por objetivo homenagear pessoas que contribuíram para o fortalecimento, a valorização e a dignidade do Poder Judiciário.

 

A cerimônia

O Presidente do TJPR, Desembargador Adalberto Jorge Xisto Pereira, iniciou a sessão solene fazendo uma homenagem ao Desembargador Sydney Dittrich Zappa, que faleceu na mesma data. O chefe da Justiça estadual enalteceu as qualidades do Desembargador Zappa, que exerceu a magistratura por cerca de 44 anos, tendo assumido o cargo de Presidente e Corregedor-Geral da Justiça. Durante a cerimônia, o Chefe do Poder Judiciário pediu um minuto de silêncio em respeito à memória do magistrado.

Em seguida, o Presidente do TJPR outorgou a comenda do Mérito Judiciário do Paraná ao Ministro Dias Toffoli, e o 2º Vice-Presidente do TJPR e Presidente eleito para o biênio 2021/2022, Desembargador José Laurindo de Souza Netto, entregou a honraria ao Desembargador Carlos Vieira Von Adamek.

Pronunciamentos

Em seu discurso, o Governador do Estado do Paraná, Carlos Massa Ratinho Júnior, destacou o carinho que o Ministro Dias Toffoli tem pelo Paraná e enalteceu a gestão do Desembargador Xisto Pereira. “O Tribunal de Justiça do Paraná historicamente tem um reconhecimento nacional pela sua seriedade, pela sua inovação e por estar à frente dos demais tribunais do Brasil. O Ministro Toffoli, como Presidente do STF, prestigiou muito o Paraná e, inclusive, incentivou para que muitas das metodologias implantadas aqui no TJPR fossem levadas como referência para outros Estados do país”.

O decano do TJPR, Desembargador Telmo Cherem, falou sobre a grandiosidade das ações desenvolvidas pelos dois homenageados que trabalharam arduamente no Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

“Vossa Excelência fez-se acompanhar do talentoso e competentíssimo Desembargador Adamek, antigo colega da faculdade do Largo São Francisco, que há diversos anos tem oferecido ao Judiciário um trabalho notável e eficiente, em especial, na condução da Secretaria-Geral do CNJ. Penso que Adamek, como se diz na linguagem do vôlei, tem sido o seu player de segurança para os momento decisivos. É o homem para o quinto set ou para o tiebreak. Que bela parceria!”, ressaltou.

Por fim, Telmo Cherem pontuou que “homenagear Vossas Excelências não é encargo e, sim, elevadíssima honra para esta Corte. O que fazer para marcar nas Vossas almas e vossos corações, esse nosso reconhecimento dos vossos méritos e virtudes? Quero oferecer a Vossas Excelências, além da nossa admiração e gratidão, o nosso melhor afeto, nosso melhor bem querer e os versos da nossa maior poetisa viva, Adélia Maria Woellner, no seu inesquecível e repetido poema Viver:

‘Não fui pedra; preferi ser semente

Registros, rastros, marcas já deixei

Nesta vida, não fui indiferente,

nem apenas só passei por aqui

Chorei, sorri, cantei, sofri, amei...

Por isso é que posso dizer: vivi!’

O Ministro Dias Toffoli pontuou o trabalho de parceria e equipe com o Desembargador Von Adamek. “Recebemos aqui a Comenda do Mérito Judiciário do Paraná como reconhecimento a um trabalho em equipe que desenvolvemos no CNJ: pudemos contar com uma equipe motivada e que tinha como clara prioridade melhorar a qualidade da prestação jurisdicional em todo o País.”

Ainda, o Ministro ressaltou a importância da independência dos Poderes. “Sigo ainda mais convicto da elevada importância do Poder Judiciário para o desenvolvimento do país e o avanço da democracia. Não há democracia sem juízes livres, independentes e atuantes, pois não há democracia sem salvaguardas às liberdades e aos direitos fundamentais”.

Ao encerrar o ato solene, o Chefe do Judiciário estadual disse estar muito feliz pela harmonia que existe entre os Poderes no Estado. “Essa harmonia existe aqui no Paraná principalmente porque há uma grande contribuição e um respeito dos três Poderes pela ética no exercício da função pública.”

Ele enalteceu também o trabalho desempenhado pela Justiça estadual, que teve reconhecimento no CNJ com o ‘Prêmio de Qualidade’ na categoria ouro. “Trabalhamos muito e, hoje, esse trabalho foi reconhecido. O nosso Tribunal de Justiça foi o único de grande porte, do segmento Justiça Estadual, a receber essa premiação.”

Acesse aqui a transmissão da solenidade.